Enfermagem Na Net: Questões éticas que envolvem o paciente com HIV: Uma revisão de literatura

Links Patrocinados

Oxímetros de Pulso              Estetoscópios              UltrasSom              Glicosímetros

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

Questões éticas que envolvem o paciente com HIV: Uma revisão de literatura

Questões éticas que envolvem o paciente com HIV: Uma revisão de literatura

 Ainda é pequeno o número de projetos sobre a qualidade de vida


Ainda é pequeno o número de projetos sobre a qualidade de vida
Objetivos: Exposição, reflexão e debate de questões éticas relativas ao paciente HIV positivo com base em uma revisão bibliográfica de trabalhos sobre o tema.


Material e Métodos: Realizou-se uma busca abrangendo artigos de periódicos nas Bases de Dados MEDLINE, SCIELO, LILACS e dissertações. Foram encontradas 60 publicações relacionadas ao tema e dentre elas 5 foram selecionadas para construir a revisão. Os descritores em língua portuguesa foram: HIV, bioética e ética.

www.contec.med.br
www.contec.med.br



Resultado: O forte preconceito em relação ao contato com portadores de doenças infectocontagiosas ainda está presente na sociedade atual, apesar do investimento crescente em projetos educativos e informativos. Tal preconceito atinge seu nível mais elevado em casos de pacientes portadores de HIV, que necessitam de um forte acompanhamento psicológico após a descoberta da soropositividade para enfrentar o tratamento e as barreiras impostas pela sociedade, fruto da criação de uma imagem estereotipada desses pacientes de agentes impuros, poluidores do meio e disseminadores da doença.

Estudos apontaram que essa imagem deturpada que a sociedade cria do portador de HIV é internalizada pelo mesmo, que passa a acreditar na ideia e se sentir inferior, incluindo assim o autojulgamento como um dos principais fatores que comprometem a saúde mental desse paciente, aumentando principalmente os quadros de depressão. Tal comportamento individual e social leva a uma preferência da omissão quanto à revelação da doença para terceiros. O medo de exclusão, abandono e preconceito no meio familiar e ambiente de trabalho contribuem para fortalecer essa decisão, que deve ser respeitada segundo o direito à autonomia.


Conclusões:
Apesar de atualmente ser um assunto de abordagem crescente na comunidade científica, as questões éticas que envolvem o paciente portador de AIDS ainda são pouco debatidas dentro das escolas médicas e em artigos científicos, aparecendo em sua maioria apenas como um tema secundário dentro de trabalhos sobre bioética e ética médica. O investimento em projetos de pesquisa e extensão que acolham e trabalhem com esses pacientes é essencial para um maior debate acerca desse tema e consequentemente uma maior preocupação e intervenção na qualidade de vida e saúde física e mental do paciente HIV positivo.



Oxímetros de Pulso              Estetoscópios              UltrasSom              Glicosímetros

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Links patrocinados