Enfermagem Na Net: Promovendo Cuidados de Enfermagem a Gestantes de Alto Risco

Links Patrocinados

Oxímetros de Pulso              Estetoscópios              UltrasSom              Glicosímetros

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Promovendo Cuidados de Enfermagem a Gestantes de Alto Risco

Promovendo Cuidados de Enfermagem a Gestantes de Alto Risco


Sharlene Teresinha Alfonso Da Silva, G. D. Sehnem, J. M. Schmalfuss
Creditos: http://seer.unipampa.edu.br/index.php/siepe/article/view/489

Resumo


Introdução: a gravidez é um fenômeno fisiológico que acontece, na maioria das vezes, sem intercorrências. No entanto, em decorrência de alguma característica específica ou de algum agravo apresentado pela mulher desde o início da gravidez ou durante o seu percurso, algumas gravidezes podem ser denominadas de gestação de alto risco, por apresentarem uma maior chance de evoluírem de forma desfavorável – tanto para a mãe, quanto para o feto. Desta forma, a ideia de realizar o Projeto de Extensão “Promovendo Cuidados de Enfermagem a Gestantes de Alto Risco” surgiu com o intuito de aprimorar e fortalecer a assistência pré-natal prestada às mulheres em condição de uma gestação de alto risco. Objetivo: este trabalho visa descrever as ações de promoção de cuidados de enfermagem realizadas com mulheres classificadas como gestantes de alto risco durante o cuidado pré-natal atual. Metodologia: o Projeto de Extensão iniciou suas atividades em abril de 2012, sendo que as atividades realizadas com as gestantes iniciaram no mês de maio. As mesmas acontecem semanalmente, na forma de Grupos de Gestantes, na sala de espera do Ambulatório de Gestação de Alto Risco. Tal serviço foi criado em abril de 2012 e localiza-se na Policlínica do Hospital Santa Casa de Caridade de Uruguaiana-RS. Resultados parciais: até o momento, durante os cinco meses de realização de Grupos, o Projeto de Extensão atendeu 90 gestantes de alto risco. Dentre elas, grande parte recebeu o diagnóstico por apresentar, no evento gestacional anterior e/ou atual, fatores de risco como: morte fetal, mal formação fetal, trabalho de parto prematuro, descolamento prematuro de placenta, doenças hipertensivas, diabete gestacional, infecção do trato urinário, distúrbios psiquiátricos, dependência química, cardiopatias, epilepsia, obesidade, idade menor ou igual a 16 anos e maior ou igual a 40 anos, entre outros fatores. Os assuntos trabalhados nos Grupos versam sobre a importância do pré-natal, cuidados com a gestação atual, modificações corporais e alterações emocionais causadas pela gravidez, aleitamento materno, sinais de alerta, sinais e sintomas do trabalho de parto, tipos de parto, cuidados com o bebê, direitos da gestante, medos e angústias. Estes temas costumam ser escolhidos pelas participantes, sendo expostos oralmente e na forma de materiais impressos para posterior discussão e trocas entre o Grupo. Discussão: a maioria das gestantes não compreende o motivo do diagnóstico, apresentando muitas dúvidas em relação à condição de risco que se encontram. As informações e orientações são passadas até total entendimento de todas as participantes a fim de facilitar a aceitação da condição de cada uma, bem como a adesão ao acompanhamento pré-natal e o sucesso nos cuidados com a gestação. Conclusões: é um desafio ofertar e garantir um atendimento pré-natal qualificado a estas gestantes, principalmente em um município onde as taxas de mortalidade neonatal são altas. Porém, com a realização das atividades do Projeto já foi possível observar que aspectos importantes relacionados à situação de cada mulher têm sido esclarecidos, possibilitando que a mesma seja participante ativa no próprio cuidado, visando a diminuir os riscos e complicações relacionados a uma gestação de alto risco.

Palavras-chave


Pré;Natal; Gestação de Alto Risco; Cuidados de Enfermagem

#gestação #gravidez #gestante #grávida #parto #obstetra #obstetrícia 

http://www.contec.med.br/Doppler-Monitor-UltrasSom-Fetal-Contec-Med-Baby-Sound-B.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Links patrocinados